sábado, 6 de junho de 2009

Só para passar raiva

Alguém twittou e, só para passar raiva, fui conferir esse link:

"Mulheres trocam elogios com Dilma após almoço na casa de Marta Suplicy"

Não sei se estas coisas saem todas da cabeça do Franklin Martins. Se saem, tenho que admitir: gênio. Do mal.

Conseguiram arrancar testemunhos elogiosos a Dilma Rousseff, mesmo de mulheres que sabidamente não suportam o PT. E quem é que vai ser mal educada de almoçar com uma pessoa e, inquirida, sair do encontro falando mal da "homenageada", né? E quem é que vai recusar convite de ministro de estado? Nem Padre Marcelo conseguiu recusar…

Mas eu não criaria um post no blog só para ficar aqui me queixando da extrema – palavrinha da moda! – competência da maquiagem (em vários sentidos) petista. Estou aqui é para destacar esta partezinha da matéria que, como sempre, vai praticamente passar despercebida:

Questionada por uma das convidadas sobre até quando vai o Bolsa Família, a ministra responsabilizou a crise financeira por retardar a redução do programa social.
Nós aceleraríamos a redução do Bolsa Família se nós não tivéssemos tido esse interregno agora que estamos tendo da crise internacional, que afetou o Brasil", afirmou.
"Acho que o Brasil retoma essa tendência de diminuir a quantidade de recursos para o Bolsa Família quando o crescimento retornar de forma sustentável, e as pessoas forem sendo incorporadas ao trabalho. Mas até lá, tem que ser mantido”, declarou.

Cês tão me entendendo, gente? Enquanto ao PSDB é recomendado engajar no discurso da defesa do Bolsa Família, o PT tem liberdade para dizer que vai diminui-lo. Assim, na boa, como quem masca um chiclete. E ninguém faz gritaria.

Sinceramente? O PSDB que se cuide, porque enquanto o partido ficar correndo atrás de prometer que não vai privatizar a Petrobrás, Lula é bem capaz de sair dizendo por aí que agora o pobre tem acesso a telefonia celular graças ao governo petista…

Como é que dizem mesmo? "Em política não existe vácuo", é isso? Pois tem um perfil ideológico que, por enquanto, está no vácuo, sem partido que o represente. Tomara não seja o PT a tomar este espaço, pelamordedeus

2 comentários:

Dick disse...

Se tem um assunto que eu não gosto nem de pensar que existe é "Dilma pra lá", "Dilma pra cá", "Dilma isso", "Dilma aquilo"...

Não dá. Não tenho nada pra dizer quanto a Dilma. Ou quase nada. Posso dizer o seguinte:

Esse papo de "Dilma" é muito chato. Tomara que surjam novos assuntos no Brasil, mais interessantes.

Brasiliano disse...

Bom dia a todos.Dilma assaltante de cofres sabe que o bolsa esmola uma hora ou outra tem de diminuir em muito pois nao terao dinheiro para continuar pagando isso em eterno,entao joga com as palavras para provocar,mas no fundo é culpa das oposuçoes que nao fazem seu trabalhoe e perdem grandes oportunidades de mostrar os efeitos danosos desse programa e dizer em letras bem grandes que quando governo ira acabar com isso.Serra erra quando nao assume atitudes do eleitorado que esta cansado de pagar imposto para nao rec eber nada em troca,somente descaso e ofensas,especialmente as vindas do apedeuta.