terça-feira, 28 de abril de 2009

DOMINGO É DIA DE PROTESTAR CONTRA A PRESENÇA DE AHMADINEJAD NO BRASIL

Reproduzo post do blog do Reinaldo:




Recebo, na área de comentários, o que segue, enviado pela Juventude Judaica Organizada (JJO). Leiam. Volto em seguida:

MANIFESTAÇÃO NA PAULISTA
Em uma iniciativa da Juventude Judaica Organizada (JJO) — em parceria com grupos judaicos, evangélicos, homossexuais, bahais, de defesa dos direitos humanos e da mulher, com a participação de autoridades e políticos — será realizada, na Avenida Paulista, neste domingo, uma manifestação contra a vinda ao Brasil do presidente do Irã, Mahamud Ahmadinejad.
Um país democrático como o Brasil NÃO PODE receber um defensor do totalitarismo, da homofobia, do revisionismo histórico, da discriminação de mulheres e religiosa (bahais, evangélicos, judeus e outras minorias torturadas, massacradas e mortas no Irã) e da destruição de Israel.
DATA – 03 de maio, domingo
HORA - às 11h00
LOCAL DO ENCONTRO – Praça Marechal Cordeiro de Farias (Praça dos Arcos, na esquina da Avenida Angélica com a Avenida Paulista



Comento
O representante da JJO perguntou se eu poderia noticiar o protesto. Mais do que isso: que este post valha como uma espécie de convocação. Estarei presente — escondidinho, mas estarei.
Convido os leitores do blog a comparecer. Trata-se, de fato, de uma manifestação contra o anti-semitismo, o terrorismo e a tirania disfarçada de democracia. E também de um claro repúdio à política externa brasileira, que tem adulado regimes de força.

Participem, levem a mensagem do blog, tirem fotos e me enviem. Eu as divulgarei aqui.
Este blog, como sabem, evita participar de protestos. Nesse caso, abre uma exceção porque se trata de um ato, entendo, de repúdio à presença, no Brasil, de uma personagem que apóia abertamente o terrorismo e o racismo.

TRATA-SE DE UMA CAUSA CIVILIZATÓRIA E DE UMA ADVERTÊNCIA AO APEDEUTA DA SILVA.
Espero que muita gente se mobilize, especialmente os judeus. Ahmadinejad jamais disfarçou o que pensa sobre a questão israelo-palestina. Para Israel, ele defende uma única "solução": a final.


http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/2009/04/domingo-e-dia-de-protestar-contra.html

3 comentários:

Carlos Caldas disse...

Ahmadinejad é mastodonte, sanguinário e lastimável. Um país decente jamais receberia uma figura como essa de bom grado.

Anônimo disse...

Hey Daniela ! coloque o icone seguir no seu blog, para que eu possa acompnhar suas atualizações no meu perfil.

MAC

Dick disse...

Só digo uma coisa: coitado de quem ousar se levantar injustamente contra Israel. Não quero nem ver, porque a coisa seria muito feia. Se continuar assim, ele, Ahmadinejad, o tirano racista louco, já está com um pé na cova e com passagem (só de ida) pro inferno. Já vai tarde.