quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Reinaldo Azevedo em Curitiba

Dizem que o curitibano é frio, é distante, é indiferente. Dizem que é até xenofóbico. Eu não sei se tudo isso é mito ou se só somos diferentes com quem gostamos muito. O fato é que, parece-me, hoje fomos sim bastante "calorosos" com o Reinaldo, para usar a palavra que ele mesmo empregou para nos adjetivar. Quando ele foi apresentado pelo rapaz da livraria, os aplausos começaram e demoraram um tempão até parar. O Reinaldo querendo começar a falar e a gente aplaudindo, aplaudindo, aplaudindo… A mesma coisa se deu quando ele terminou de falar, além de ter sido espontaneamente aplaudido por duas vezes enquanto respondia às perguntas, interessantes, dos leitores. Eu não cronometrei o tempo, mas acho que o ouvimos por cerca de duas horas. Pessoas que não o conheciam ficaram impressionadas com sua clareza, com sua contundência, com seu posicionamento. Acreditem: o Reinaldo é avesso a simplismos e a raciocínios simplórios, mas é um homem extremamente simples e apaixonado pela esposa e pelas filhas, de quem fala com os olhinhos brilhando.

Creio que havia entre 150 e 200 pessoas. A livraria estava cheia, muita gente em pé, muita gente com muitos livros nas mãos. Aliás, não sei como não levei uma bronca, porque eu pedi autógrafos em seis livros e meu marido em mais dois. Haja paciência do Reinaldo com todo mundo… E no final, o Reinaldo ainda deu mais uma entrevista e atendeu a um telefonema do Gerald Thomas, direto de Nova Iorque. O Reinaldão é impossível: quase nem dormiu na manhã de quarta-feira e ainda agüentou toda essa programação. Desconfio que hoje ele nem vai precisar de Stilnox para cair na cama e dormir no segundo seguinte.

A organização está de parabéns. Tudo transcorreu bem e só temos a agradecer, tanto à livraria Curitiba quanto à editora Record. Estamos agora esperando o lançamento do próximo livro do Reinaldo, viu Record? Viu, livraria Curitiba? Gostamos da brincadeira, e vamos querer repetir a dose – venha sempre, Reinaldo, que a casa é sua.

Foi muito estimulante conhecer outros comentaristas do blog, como o Flávio M., o Cleto e o Vampiro de Curitiba, bem como reencontrar amigos que o lêem diariamente também há quase dois anos, como a Elite, a Yolete, a Teresinha e a Nani, que veio de Cascavel (uma noite de viagem!) só para conhecê-lo. Mas a grande surpresa para mim foi ter reencontrado, quase 10 anos depois de formada, um professor que me deu aulas de Filosofia na UFPR, o Breno. Não é surpreendente? Um professor de universidade pública muito fã do Reinaldo, que lê tudo o que ele escreve! Um professor de universidade pública que não é tomado pela esquerdopatia! E na área de humanas!

Falando em ser fã do Reinaldo, recebi hoje no meu blog alguns comentários me acusando de "pensar através da cabeça do Reinaldo", de "não pensar por mim mesma". Ora, penso sim: que esses que me escreveram são uns bobalhões arrogantes. Não tenho medo de ter mestres. Mas eu sei escolher os pensamentos que eu quero que, junto com outros, me sirvam de guia, os textos que eu quero que me acrescentem, as idéias que realmente me fazem uma pessoa melhor – na minha vida privada inclusive, não apenas intelectualmente falando. Medo eu tenho é de quem não tem mestres, ou de quem acha que pode ser o mestre exclusivo de si mesmo. Afinal, o único mérito que de fato temos nesta vida é termos sabido escolher bons mestres, termos sabido escolher as boas lentes para ver e entender o mundo. Essas são as escolhas que vão nos encaminhar para todas as demais escolhas, a começar pelos primeiros mestres, que não escolhemos, que são nossos pais. Para estas pessoas que me escreveram hoje, deixo o poema "Blanco", que conheci pela voz de Marisa Monte em música de mesmo nome, mas que, pelo Google, é de autoria de Carlos Fuentes:

Me vejo no que vejo
como entra por meus olhos um olho mais límpido
E olha o que eu olho
É minha criação isso que vejo.
Perceber é conceber águas de pensamento.
Sou a criatura do que vejo.


E para todo mundo que também aproveitou a noite de hoje, deixo algumas das fotos que tirei na minha câmera:





33 comentários:

Joabe S. Arruda disse...

Queria ir em algum lançamento do livro. Será que o Reinaldo vai lançá-lo aqui pelo nordeste?

Anônimo disse...

Daniela,

aqueles que estão no caminho "certo" - ou pensa corretamente - encontra alguns outros que fazem o mesmo percurso.

E o que tem de melhor é que, pela afinidade do caminho, todos são ou serão amigos.
É inevitável, tal como a lei da física de que os elementos afins atraem-se mutuamente...

Abraço

O Vampiro de Curitiba disse...

Daniela, parabéns pelo blog! E pela simpatia. Escreví pro seu e-mail.
Beijos!

heróis anônimos disse...

Daniela,

Quem costuma dizer que nós pensa mos pela cabeça do nosso Reinaldo são os petralhas, porque eles não vivem sem gurus, ídolos, salvadores da pátria,apedeutas, etc.

Invejo-a pelo supremo privilégio de ter estado com o mais genial e brilhante jornalista da atualidade.

Parabéns pelo blog.
Robes Mendes

(leio, com prazer e admiração, os seus inteligentes comentários no blog do Rei)

Yashá Gallazzi disse...

Conheci seu ótimo blog depois de ler uma referência a ele no site do Reinaldo Azevedo. Parabéns pelo trabalho. Há textos de rara qualidade em seus arquivos.
Abraços,
Yashá Gallazzi

http://construindoopensamento.blogspot.com/

Anderson Soares disse...

Belo texto, Daniela. Para dizer a verdade , você escreve muito bem. Não se deixe desanimar pelos comentários desses ipsilones (do livro do Aldous Ruxley, Admirável Mundo Novo). Eles não suportam pessoas com pensamento diferente do deles. Afinal, eles pensam?. Acho que não.

Afinal, O Reinaldo está certo quando diz que essa gente aparelha até festa de aniversário. Veja se eu vou acessar o bloq da ratazana, do mão peluda, ou do chefe da quadrilha dos 40 ladrões para ficar destilando ódio e baba raivosa. Essa gente precisa de um banho de CRIOLINA, sabão na língua e um curso intensivo de civilidade.

WEIMAR disse...

Ahaaa! Então é aqui que você fica, quando não está lá no blog do Reinaldo, hein?!

Aposto que metade da festa foi por causa do Reinaldo, e pela outra metade você foi a responsável.

Beijocas, minhas e da Cremilda, pra você. Pra o maridão aí, só os da Cremilda, que, com bigode, nem nem de gato chego perto.

Weimar

Anônimo disse...

Siga em frente, garota. Encontre seu proprio caminho e estilo, e siga o mestre que quiser. Aprender com os melhores, sempre. Realmente, eh dificil pra nos, e humilhante para os que nao admiram RA, nao se influenciar por ele. Espero que um dia voce seja a guia de alguem. Boa sorte em seu blog.

wp disse...

Para os críticos de meia tigela do Reinaldo, o bom deve ser pensar como pensam de menos e praticam demais (se é que me faço entender) o Molusco, Zé Desceu, Beccaria dos Pampas, Merdandante, Ideli Insalvati, Camarada Estela etcoetera.

Parabéns pelo blog e pelo lado escolhido.

Tatiana disse...

Como há gente indelicada, não?

Até isso, ser delicado e elegante, a gente aprende com os mestres. E não precisa dizer o quão boa aluna você é!!

Não dê bola e siga em frente.

Um abração e sucesso!
(Turca)

Anônimo disse...

A cada dia conhecemos mais pessoas que estão livres dos petramulambos, e que possuem conceitos de família e honradez.

Foi um prazer!

Abraços

COLLOR 2010 - VICE - KATIA ABREU

Fernando Sampaio disse...

Oi Brasileira Insone,
É difícil achar gente inteligente na internet, por isso eu sempre passo pelo blog do Reinaldo para ver quem está lá.
Raramente eu comento, mas exponho minhas opiniões através do meu blog.
E se me permite, vou linkar o seu por lá.
Abraços
Fernando

Fred Martins disse...

Muito legal as fotos Daniela. Valeu a pena esperar tanto tempo por esta palestra hein?

Abração.

claudio disse...

O “País dos Petralhas” deveria ser lido por todos os brasileiros, deveria ser narrado para os analfabetos! Esse trabalho do Reinaldo Azevedo serve de alerta para a sociedade brasileira e é uma defesa inquestionável da democracia e o estado de direito no Brasil.

Parabéns pela cobertura do lançamento.

rocket disse...

Daniela, melhor pensar pela cabeça do Reinaldo do que pela cabeça do Apedeuta ("aquela massa encefálica dentro do cérebro..."). Agradeço a gentileza de me enquadrar legal numa das fotos do evento. Abraço a todos.

Cyrano disse...

Cara Daniela, boa noite.
Dia destes comentei no blog do Reinaldo sobre o clima familiar, de amizade sincera que reinou na noite de autógrafos aqui em Sampa e que eu sentia esse mesmo clima nas outras livrarias que ele visitou. Aí em Curitiba não foi diferente. Estão todos de parabéns.
Gostei também na cacetada que você deu no comentarista que a criticou por seguir o Reinaldo.
Só os petralhas se acham a melhor coisa do mundo, MAS SEGUEM AQUELAS PORCARIAS QUE OS LIDERAM sem discutir as ordens recebidas.
Nós, leitores do Reinaldo, temos o discernimento de aceitar ou não o que ele escreve.
Já discordei dele, mas em 98% dos assuntos tratados lhe dou razão, pois ele se guia pela lógica, pela decência, pelos valores familiares, coisas que a petralhada ignora.
Desejo a você, aos seus leitores e concidadãos tudo de bom que o Pai Eterno pode proporcionar.
Cyrano.

TULIO disse...

Não sei se o bobalhão aprendeu aluma coisa, mas que lição! Parabéns pelo excelente blog, Daniela.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Prezada Daniela,

Quanta satisfação conhecê-la, aqui, no seu cantinho. Sempre li seus comentário lá no blog do Tio Rei, mas aqui, você é ainda melhor.
Bela recpção, lindas fotos. Estão todos de parabéns.
"Medo eu tenho é de quem não tem mestres, ou de quem acha que pode ser mestre exclusivo de si mesmo."
Que lição!
Já, a mim, metem medo aqueles que querem impor o Pensamento Único, como é próprio dos petralhas.
Correa sjcampos sp

Anônimo disse...

Ótimo seu blog. Obrigado por receber o querido Reinaldo Azevedo em sua cidade.

Francisco J.Pellegrino disse...

Mêdo eu tenho de quem não tem mestres.............Não temas, nós não temeremos, estamos todos juntos, aqueles que tem liberdade de pensamento.....
Parabens pelo blog e pela recepção ao nosso mestre.

Francisco J.Pellegrino
Santo André/SP

inez disse...

Daniela
Tomei conhecimento do seu blog através do blog do Reinaldo.
Parabéns pelo seu texto está muito bom.
Como você disse bo seu texto, o Reinaldo é uma pessoa simples, tem grande amor pela família.
O Reinaldo é uma das poucas pessoas que conheço de uma rara inteligência, capacidade de análise, enfim ele é admirável mesmo.

Correia Baiano disse...

Daniela,
Prazer enorme em conhecer a "sua casa", gostei muito da sala de visitas. Não se avexe não com esses ataques, siga em frente com suas escolhas e referências. “Eles passarão, você passarinho”, tucana pelo que percebi.
Só para provocá-los, segue uma tirada pretensamente Azevediana: Uns escolhem subir nos ombros de gigantes, outros de anões e ratazanas.
Abçs.

Itamar Flávio disse...

Também sou professor de universidade pública e estive lá...rs
Sou chefe do Departamento de História da Universidade Estadual de Maringá e fui à Curitiba especialmente para assistir a palestra e grava a entrevista para meu programa.

Rev. Marthon A. Mendes disse...

Gostei do seu blog. Gostaria de ter estado em Curitiba também, mas provavelmente não terei o privilégio de ir a lançamento, porque moro perto de onde o Lula e o Dantas disputam para ver quem compra mais terras (Pará). Um abraço. Sou pastor da igreja presbiteriana e meu blog é http://marthonmendes.blogspot.com.
Marthon

Flavio Morgenstern disse...

Daniela,

Foi uma honra imensa ter sido reconhecido por você na platéia, e ter suas palavras a mim. Até coloquei na minha headline do MSN, heheheh...

Muito obrigado pelas palavras, pelo reconhecimento, pelas fotos e por este texto, que também me deixou muito orgulhoso pelo meu nome!

De fato, ganhei de presente um novo blog a acompanhar, agora! =)

Abraço!

Anônimo disse...

So long and thanks for all the fish
So sad that it should come to this
We tried to warn you all but oh dear?

You may not share our intellect
Which might explain your disrespect
For all the natural wonders that
grow around you

So long, so long and thanks
for all the fish

Como comentei em outro post vc nao esta disponivel para o dialogo, entao pego minha toalha e me despeco com douglas adams, que pelo menos tinha muito bom humor. Don't Panic

Álvaro Junqueira disse...

Hehe, Daniela,
Não tá mais com inveja de mim?
Agora somos dois queridos e citados pelo Reinaldo, né?!
Mas você ganhou, claro, pois foi muito mais babada do que eu, merecidamente.
Quanto à canalha ressentida, esqueça-os, faça como o Reinaldo: mande-os para a Cuba que os pariu.
Beijos

Justino disse...

Olá, Daniela,

É um prazer descobrir (através de referência no blog do Reinaldão) que você atua neste espaço.

Parabéns pela iniciativa e que você tenha muito sucesso nessa atividade.

Anônimo disse...

Daniela

Parece que ser referenciada pelo blog do "Tio Rei" não lhe deu muita audiência. he he he he.

Obrigado por deletar meu comentário. A mensagem era só pra você. Achei que você tinha um blog com moderação.

Não fique decepcionada com a repercução. A audiência dele não é o que ele diz.

Boca do Inferno

Anônimo disse...

Olá Daniela,

Muito bom conhecer a sua "casa" e ver que tem gente do blog do Reinaldo por aqui como o Weimar,o meu amigo Cyrano e outros.

Escrevo pouco lá no blog mas estou sempre lá (várias vezes todo dia, é vício!).

Já notou que só tem gente do bem na Confraria do Chapéu? Em cada lugar que ela passa só se vê gente fazendo amigos, desejando o melhor um para o outro e principalmente se apoiando na luta pela preservação do livre pensar e do uso ilimitado da inteligência.

E se te acusam de escolher o Reinaldinho como mestre só estão te elogiando, viu?

Bj e parabéns pelo blog.

Clau

Wilson disse...

Que lindo!!!
Como é bom ver uma parcela "tão expressiva" (aproximadamente 6%) de nossa população se reunindo para aplaudir um de seus ícones.
Ai, ai... Que coisa emocionante.