domingo, 17 de agosto de 2008

Cidadania

A manifestação de convicções políticas (no universo real ou no virtual) é salutar para uma democracia madura. A Constituição de 88, escrita justamente por vítimas de censura e perseguição política durante o regime militar, foi pródiga em proteger esta específica liberdade dos cidadãos. A simples idéia de impedir ou até mesmo limitar manifestações políticas espontâneas e pessoais na internet, e isso inclui principalmente sites de relacionamento, só pode ser alguma espécie resquício daquele tempo – e deve ser veementemente combatido, haja visto a maneira saudável como os americanos conduzem esta questão: a campanha presidencial em andamento "explodiu" em debates pela internet. E debate, sem dúvida, só pode fazer com que os votos sejam muito mais qualificados.

Quem acredita na democracia precisa defender esta bandeira: liberdade plena de expressão de convicções políticas na internet.

Nenhum comentário: