quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Para todos os senadores

ESTE GOVERNO NÃO TEM ARGUMENTOS PARA RENOVAR A CPMF:

"Os recordes de arrecadação anunciados pela Receita Federal já superam uma vez e meia o total da CMPF estimado para 2008: 40 bilhões de reais.A análise da proposta de Orçamento, que está no Congresso, já sofreu correção da estimativa de receita para 2008, de cerca de 40 bilhões que viriam da arrecadação tradicional (sem CPMF). Portanto, o governo não teria necessidade desses recursos.Pesquisa da Fecomercio-SP divulgada ontem mostra que os mais pobres pagam, proporcionalmente, mais CPMF que os mais ricos. O imposto perverso pesa mais na (pouca) renda dos menos favorecidos e é muito mais diluído na renda (mais alta) dos mais favorecidos."


Ponto final.

Acabou-se!


Chega de bravatas, chantagens e retórica vazia.
Chega de dividir o país entre "pobres e ricos".
Chega de irresponsabilidade!

Não há argumentos que justifiquem a falta de verbas para saúde, para educação, para segurança ou projetos sociais (que, aliás, neste governo NEM EXISTEM de verdade: o que existe é assistencialismo). As únicas coisas que justificam a falta de dinheiro é o desperdício, a má gestão, a superlotação de cargos políticos, o abuso no uso dos cartões corporativos, a megalomania dos representantes políticos, a criação de ministérios inúteis e dispendiosos - como a TV Pública - E A CORRUPÇÃO GENERALIZADA.

A carga tributária - a mais alta da história - que a sociedade brasileira paga já oferece valores mais que suficientes para todos os gastos com educação, saúde e segurança pública. Se falta dinheiro, caros, não nos venham pedir mais: façam vosso trabalho honestamente que haverá dinheiro para tudo, inclusive para os projetos sociais.

Nenhum comentário: