quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Para o Senador Flávio Arns

flavioarns@senador.gov.br

Senador Flávio Arns

Estimando, primeiramente, sua melhora, venho através desta manifestar-me muito sinceramente sobre o PT, sobre seu mandato e principalmente sobre a CPMF.

Esclareço, ainda antes de iniciar meus comentários, que não tenho filiação partidária nem quaisquer ligação com políticos ou partidos. Porém, não escondo que considero o governo petista O PIOR de toda a história, por motivos que não creio que o senhor, pela experiência que tem, desconheça. Prefiro abster-me de descrevê-los aqui para evitar alongar o texto demasiadamente. Também, é necessário que eu diga, na última eleição, por ser tomada de uma tamanha indignação, voluntariamente dediquei-me a debater com pessoas nas ruas e na internet com a intenção de angariar votos para Geraldo Alckmin.

É verdade também que não sou sua eleitora: nos pleitos para senador, votei em Osmar e Álvaro Dias. Mas isso não impede que eu, como natural deste estado que é representado também pelo senhor, me manifeste.

Em recente pesquisa, o Paraná demonstrou uma rejeição de 73% ao terceiro mandato para Lula. Isso, por si, já é um sinal de amadurecimento político da nossa população. É um sinal de que nosso povo, por mais baixa escolaridade que possa ter em algumas regiões, não é um povo que aceita e adere passivamente a qualquer retórica que não faça sentido. E a CPMF, para o povo paranaense, não faz.

Acabei de ler no blog da Lucia Hippolito (http://www.luciahippolito.globolog.com.br/):

"O Paraná é um estado quase unanimemente contrário à CPMF."

Isso é verdade, que confirmo diariamente com desconhecidos e com conhecidos que não acompanham a política tão atentamente quanto eu.

Entretanto, senador Arns, é verdade que embora eu coloque na lata do lixo todo o PT, considero como discreta (para o bem e para o mal) a sua atuação no Senado. E é visível seu desconforto com vários discursos e opções do seu partido.

Em virtude de tudo o que expliquei acima, gostaria de pedir que o senhor, preferencialmente, contrarie a orientação dada aos governistas e VOTE CONTRA A CPMF na quarta-feira, ou no ano que vem, ou quando for que esta votação acontecer. Se isso não for possível - e eu compreendo que não seja - seria, digamos, providencial que o senhor se abstenha, de alguma forma, de votar.

Sendo um pouco mais ousada, na realidade eu gostaria mesmo é de vê-lo fora do PT, para ser sincera convosco. Isso mesmo, o que eu quero dizer é: "salve-se!".

Digo tudo isso porque o povo paranaense tem memória. Ainda que não sejam todos os paranaenses os que a tenham, haverá muitos, como eu, que os ajudarão a ter em 2010.

Obrigada pela atenção.

Muito sinceramente,

Daniela

2 comentários:

Maria Alice, Florianópolis. disse...

Parabéns pela coragem de falar, de agir, de se manifestar. Votarei em você, um dia.

Raphael R Barbosa disse...

UAU!