sexta-feira, 6 de julho de 2007

Aos Senhores Senadores - Caso Renan Calheiros

Para:
adelmir.santana@senador.gov.br; alfredon@senador.gov.br; almeida.lima@senador.gov.br; mercadante@senador.gov.br; alvarodias@senador.gov.br; acm@senador.gov.br; antval@senador.gov.br; arthur.virgilio@senador.gov.br; augusto.botelho@senador.gov.br; cesarborges@senador.gov.br; cicero.lucena@senador.gov.br; cristovam@senador.gov.br; delcidio.amaral@senador.gov.br; demostenes.torres@senador.gov.br; edison.lobao@senador.gov.br; eduardo.azeredo@senador.gov.br; eduardo.suplicy@senador.gov.br; efraim.morais@senador.gov.br; eliseuresende@senador.gov.br; ecafeteira@senador.gov.br; expedito.junior@senador.gov.br; fatima.cleide@senadora.gov.br; fernando.collor@senador.gov.br; flavioarns@senador.gov.br; flexaribeiro@senador.gov.br; francisco.dornelles@senador.gov.br; garibaldi.alves@senador.gov.br; geraldo.mesquita@senador.gov.br; gerson.camata@senador.gov.br; gilvamborges@senador.gov.br; heraclito.fortes@senador.gov.br; ideli.salvatti@senadora.gov.br; inacioarruda@senador.gov.br; jarbas.vasconcelos@senador.gov.br; jayme.campos@senador.gov.br; jefperes@senador.gov.br; joaodurval@senador.gov.br; joaoribeiro@senador.gov.br; jtenorio@senador.gov.br; j.v.claudino@senador.gov.br; joaquim.roriz@senador.gov.br; jonaspinheiro@senador.gov.br; jose.agripino@senador.gov.br; jose.maranhao@senador.gov.br; josenery@senador.gov.br; sarney@senador.gov.br; katia.abreu@senadora.gov.br; leomar@senador.gov.br; lucia.vania@senadora.gov.br; magnomalta@senador.gov.br; maosanta@senador.gov.br; crivella@senador.gov.br; marco.maciel@senador.gov.br; marconi.perillo@senador.gov.br; maria.carmo@senadora.gov.br; mario.couto@senador.gov.br; marisa.serrano@senadora.gov.br; mozarildo@senador.gov.br; neutodeconto@senador.gov.br; osmardias@senador.gov.br; papaleo@senador.gov.br; patricia@senadora.gov.br; paulo.duque@senador.gov.br; paulopaim@senador.gov.br; simon@senador.gov.br; raimundocolombo@senador.gov.br; renan.calheiros@senador.gov.br; renatoc@senador.gov.br; romero.juca@senador.gov.br; romeu.tuma@senador.gov.br; rosalba.ciarlini@senadora.gov.br; roseana.sarney@senadora.gov.br; sergio.guerra@senador.gov.br; sergio.zambiasi@senador.gov.br; serys@senadora.gov.br; siba@senador.gov.br; tasso.jereissati@senador.gov.br; tiao.viana@senador.gov.br; valdir.raupp@senador.gov.br; valterpereira@senador.gov.br; wellington.salgado@senador.gov.br

Senhores
Esta é a última oportunidade que os senhores têm de dizer que ainda há alguma chance deste país ser um dia digno de respeito: o caso Renan não pode ser colocado para debaixo do tapete. O povo está com a paciência no limite. Cansamos de ser feitos de palhaços. Parem de pensar que podem nos tapear deixando para amanhã ou depois de amanhã ou para o mês que vem o julgamento de Renan (e percebam que o povo já o julgou e quer seu pescoço), na esperança de que poderão engavetar tudo enquanto estivermos "inebriados" pelo circo-PAN. Somos cidadãos, eleitores e contribuintes, pagamos vossos salários e EXIGIMOS MAIS RESPEITO COM A DEMOCRACIA. O Senado é uma das instituições que dão sustentação a ela e não admitimos que os senhores denigram a imagem desta Casa de tal sorte que todo o legislativo fique subjugado pelo executivo federal, no qual mais de 40% dos eleitores já demonstrou não confiar. A continuar a marcha lenta e ensaiada com a qual conduzem o caso Renan Calheiros, não demora e as massas de manobra de sempre estarão protestando nas ruas pedindo o fechamento do Congresso (ato do qual nunca participarei). Portanto, SE UM DIA O BRASIL SE TRANSFORMAR EM UMA VENEZUELA É PORQUE OS SENHORES SE TORNARAM CÚMPLICES.

Todas as próximas gerações cobrarão de vocês os dias de hoje, caso não nos dêem as respostas que esperamos. Sejam dignos dos cargos que ocupam, cumprindo com nada mais do que sua obrigação, ou sejam irreversivelmente lançados à cadeira condenatória na História do Brasil.

Preocupada e angustiadamente,
Daniela

Nenhum comentário: