quarta-feira, 7 de fevereiro de 2007

Caso Kassab

Alguns governistas têm deitado e rolado com o caso Kassab, que expulsou aos gritos um petista baderneiro de um posto de saúde. O que os governistas dizem é que para o PSDB e o PFL existem dois tipos de cidadão, o de primeira e o de segunda classe.
Na verdade, é para o PT que existem dois tipos de cidadão: 1) os que se sentem acima das Leis e não cumprem seus deveres, e 2) os que não têm direitos e pagam impostos, como o simples caseiro que teve o sigilo bancário quebrado arbitrariamente pelo PT.
Kassab, como prefeito do PFL, não agiu de forma correta e a maioria da oposição concorda com isso.
Mas não se misturam alhos com bugalhos. Para o PSDB só existem mesmo dois tipos de cidadão, só que bem diferentes dos tipos que exitem para o PT. Os tipos que existem para o PSDB são 1) os que trabalham e pagam impostos, produzem e devem ter seus direitos assegurados pela Lei e 2) os que não produzem nada, têm a cabeça lavada pelo mantra esquerdista alientante e estatizante e se deixam transformar em instrumentos de chantagem social para a opinião pública, usando a pobreza como escudo para não se submeter às Leis.
Do primeiro tipo de cidadão, o PSDB quer ser servo. Do segundo tipo, o PSDB não se permitirá ser escravo.

Nenhum comentário: